Ensaio de Micrografia

É a análise de uma peça previamente polida e em geral atacada por um reagente especifico e apropriado para cada tipo de metal, de modo a revelar a microestrutura da peça metálica em análise, ou seja, através deste ensaio é possível com o uso de microscópio determinar os microconstituintes de um metal.

Em termos gerais, metal é um aglomerado de agregados cujos cristais podem ser de mesma composição química ou não.

A estes cristais dá-se o nome de grãos.

Com o auxílio de uma técnica apropriada, consegue-se evidenciar os contornos dos grãos de que o material é formado.

As propriedades mecânicas de um metal dependem da forma que estes grãos se organizam na estrutura do metal, e seus respectivos tamanhos.

A formação diferenciada dos grãos pode decorrer de trabalhos mecânicos aplicados à peça, ou mesmo de tratamentos térmicos, que pode melhorar as propriedades dos materiais, como ductibilidade, fragilidade, dureza, tenacidade, etc.

O registro deste Ensaio Micrográfico é feito por fotomicrografias obtidas em microscópios.

Em soldagem, busca-se com este ensaio conhecer as características do metal principalmente na zona termicamente afetada pelo calor (ZTA ou ZAC), região esta com maior possibilidade de problemas de natureza metalúrgica na soldagem.

O Ensaio de Micrografia pode fornecer as seguintes características de um metal:

  • Tamanho de grão,

  • Nível de inclusão,

  • Classificação de estruturas cristalinas,

  • Dimensão e distribuição de grafitas,

  • Dimensionamento de descarbonetação superficial e

  • Dimensionamento de profundidade de tratamentos.

A ÉTICA disponibiliza os seguintes tipos de ensaio de Micrografia

  • MI1 - Análise micrográfica em aço

    • ​​Determinação da(s) microestrutura(s) da amostra (ferrita, perlita, martensita, bainita , etc) e aspecto da mesma(s), e verificação de microdefeitos (microporosidades, microtrincas, inclusões, etc). O relatório expressa o tipo de microestrutura encontrada, a presença de microdefeitos, e duas fotomicrografias de ampliações de 50X, ou 100X, ou 200X. 

 

  • MI2 - Análise micrográfica em aço completo

    • Determinação da(s) microestrutura(s) da amostra (ferrita, perlita, martensita, bainita , etc) e aspecto da mesma(s), verificação de microdefeitos (microporosidades, microtrincas, inclusões, etc), determinação do tipo e nível de severidade das inclusões, e o tamanho de grão ferrítico (quando aplicável) . O relatório expressa o tipo de microestrutura encontrada, a presença de microdefeitos, o tipo e nível de severidade das inclusões, os tamanhos de grãos predominantes e duas fotomicrografias de ampliações de 50X, ou 100X, ou 200X.

 

  • MI3 - Análise micrográfica em junta soldada 

    • Determinação da(s) microestrutura(s) da junta soldada (ferrita, perlita, martensita, bainita , etc) e aspecto da mesma(s), verificação de microdefeitos (microporosidades, microtrincas, inclusões, etc). O relatório expressa o tipo de microestrutura encontrada na junta soldada (ZTA, metal base e metal de adição), a presença de microdefeitos e até seis fotomicrografias de ampliações de 50X, ou 100X, ou 200X.

 

  • MI4 - Análise de inclusões em aço 

    • ​Determinação do tipo e nível de severidade das inclusões segundo a norma ASTM E45. O relatório expressa o tipo e nível de severidade das inclusões, e duas fotomicrografias de ampliações de 50X, ou 100X, ou 200X.

 

  • MI5 - Determinação do tamanho de grão ferrítico em aço 

    • ​Determinação do tamanho de grão ferrítico em sua predominância, segundo a norma ASTM E112. O relatório expressa o tamanho de grão predominante, e duas fotomicrografias de ampliações de 50X, ou 100X, ou 200X.

 

  • MI6 - Medição de camada superficial (cementada ou descarbonetada)

    • ​Medição da camada superficial em microns (podendo ser material de adição, ou cementação ou descarbonetação). O relatório expressa a medida média de 10 locais da amostra, se aplicável o tipo de camada e duas fotomicrografias de ampliações de 50X, ou 100X, ou 200X.

 

  • MI7 - Análise micrográfica em ferro fundido cinzento

    • Determinação do tipo e tamanho das grafitas segundo a ASTM A247, da(s) microestrutura(s) e aspecto da(s) mesma(s), e verificação de microdefeitos (microporosidades, microtrincas, inclusões, etc). O relatório expressa o tipo e tamanho das grafitas lamelares, o tipo de microestrutura encontrada, a presença de microdefeitos, e duas fotomicrografias de ampliações de 50X, ou 100X, ou 200X.

 

  • MI8 - Análise micrográfica em ferro fundido nodular

    • ​Determinação do tipo e tamanho das grafitas, o grau de nodularização e o número de nódulos por mm², segundo a ASTM A247, determinação da(s) microestrutura(s) e aspecto da(s) mesma(s), e verificação de microdefeitos (microporosidades, microtrincas, inclusões, etc). O relatório expressa o tipo e tamanho das grafitas, o grau de nodularização, o número de nódulos por mm²,  o tipo de microestrutura encontrada, a presença de microdefeitos, e duas fotomicrografias de ampliações de 50X, ou 100X, ou 200X.

 

  • MI9 - Análise micrográfica em ferro fundido vermicular

    • ​Determinação do tipo e tamanho das grafitas, segundo a ASTM A247, determinação da(s) microestrutura(s) e aspecto da(s) mesma(s), e verificação de microdefeitos (microporosidades, microtrincas, inclusões, etc). O relatório expressa o tipo e tamanho das grafitas, o tipo de microestrutura encontrada, a presença de microdefeitos, e duas fotomicrografias de ampliações de 50X, ou 100X, ou 200X.

 

  • MI10 - Fotomicrografia com ataque

    • ​Uma fotomicrografia da amostra atacada com nital 3% ou água régia, de ampliações de 50X, ou 100X, ou 200X.

 

 

  • Os serviços acima correspondem a uma amostra por ensaio ou a uma seção transversal do cordão de solda por ensaio, quando aplicável.

  • Os ensaios de micrografia são realizados conforme a metodologia das normas ASTM E7, ASTM E45, ASTM E 112, AWS D1.1, ASME IX, ASTM E1077, ASTM A247, cada uma quando se aplicar à característica de interesse.

  • O cliente deve informar o local de retirada da amostra, ou informar a norma para realização deste procedimento.

  • Para preparação do corpo-de-prova de responsabilidade do cliente, aconselha-se uma amostra plana de no mínimo 20x20mm ou realizar conforme descrito nas norma ASTM E3.

Ética Empreendimentos Tecnológicos Ltda

 

Rua Guido Romani, 394 - Parque Industrial Tanquinho

Ribeirão Preto - SP - CEP: 14075-720

Fone: (16) 3904-8900

Link Para o Youtube Ética Empreendimentos Tecnológicos
Facebook Ética Empreendimentos Tecnológicos
Linkedin Ética Empreendimentos Tecnológicos
CREA - Conselho Regional de Engenharia Arquitetura e Agronomia
AWS - American Welding Society
FBTS - Fundação Brasileira de Tecnologia em Soldagem